Matérias

Lhasa Apso

O Lhasa Apso é um cão muito confundido com o Shih Tzu. No entanto, em relação à aparência e às características, são raças bem distintas

01/06/2018 Artigos Juliana Campos de Barros

Esse cão existe há milênios no Tibete, visto como animal sagrado, era educado nos templos e palácios e os mais belos representantes se encontravam no Dalai Lama. Ele é denominado Apso (cabra do Tibete), pois seu pêlo é parecido aos das cabras de seu país. Teria surgido no Ocidente, principalmente na Inglaterra, somente em torno de 1930, pois, no passado, seu comércio era proibido. Em 1934 foi definido um primeiro padrão racial. Esta raça contribuiu posteriormente para a criação da raça Shih Tzu e por isso há essa confusão entre as duas raças.

Os cachorros da raça Lhasa Apso pode ter a aparência de bonzinho, mas eles têm um temperamento bem forte. São independentes e teimosos. Adoram brincar e são uma ótima companhia para crianças. O Lhasa é bem desconfiado em relação a estranhos. São considerados cachorros muito inteligentes e aprendem com facilidade, inclusive a fazer as necessidades no local correto. Embora ele possa ser treinado, ele com certeza não é a raça de cachorro mais obediente que você poderia encontrar.

Pode ser um pouco maior do que o Shih Tzu , o macho varia entre 6 e 9 quilos, a fêmea entre 5 e 7 quilos. A expectativa de vida é de 12 a 14 anos. A pelagem dele é mais grossa e áspera, assim como os olhos são menores e ovalados.

Em geral, é uma raça bastante resistente e, como todo cão, para se manter saudável e com a imunidade em alta, requer atividades físicas diárias, uma boa alimentação e higienização da pelagem, já que a pelagem está entre as maiores causadoras de problemas no Lhasa Apso. As principais doenças que acometem a raça, especificamente, são: dermatites alérgicas, conjuntivite, atrofia progressiva da retina e displasia renal.

 

COMENTÁRIOS




Caieruff

O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.