O virtual é o novo real

As novas gerações não fazem ideia de como era a vida sem as redes sociais. Hoje, o vício nas mídias digitais ditam um novo ritmo cotidiano, influenciam no mercado de trabalho, na forma de consumo e, até mesmo, na autoestima de quem consome certos tipos de conteúdo. Vamos saber um pouco mais sobre a era da internet, conhecendo um novo jeito de trabalhar com a Digital Influencer Vanessa Wonsovicz, que tem sua renda toda provinda de jobs e ações feitas em suas redes sociais

01/10/2020 Especiais Carolina Padilha Alves

Foi na década de 90 que a internet começou a ser comercializada em nosso país e, portanto, popularizou-se entre os brasileiros, tornando-se quase que totalmente indispensável para as relações humanas dos dias de hoje.

A primeira rede social surgiu em 1995, nos Estados Unidos e Canadá, e era chamada de Classmates, a qual tinha como único objetivo conectar estudantes na faculdade. De lá pra cá, surgiram o Orkut, Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn, entre tantos outros, que interligam empresas e pessoas pelos mais diversos tipos de relações.

Com isso, também surgiram profissões que dependem da internet para existirem, como é o caso dos Youtubers e Digital Influencers, que produzem conteúdos sobre uma infinidade de assuntos e ganham seu salário de acordo com o número de acessos e cliques diários em seus vídeos, fotos e publicidades para marcas. Apesar do crescimento absurdo que o setor teve, ainda existe o preconceito e aquela perguntinha clássica que muitos trabalhadores virtuais devem ouvir: “Mas você só faz isso da vida?”.

Para elucidar a questão, conversamos com uma Digital Influencer de Vacaria, que há muitos anos tem suas atividades profissionais voltadas exclusivamente para a internet.  

Vida online

Com mais de 380 mil inscritos no Youtube e mais de 160 mil seguidores no Instagram, Vanessa Wonsovicz é a pioneira quando o assunto é Digital Influencer em Vacaria. Natural de Bom Jesus, Vanessa começou o curso de Odontologia e notou que não era aquilo que queria fazer para o resto de sua vida. Então, mudou para Cosmetologia e Estética, acabou se formando e utiliza seus conhecimentos até hoje para produzir o seu conteúdo.

Porém, ainda no Ensino Médio, a jovem já alimentava um blog, onde escrevia sobre beleza e questões de sua vida.

“Há dez anos atrás eu já atuava na internet, mesmo que sem remuneração nenhuma, apenas por gostar daquilo. O mundo virtual sempre esteve presente no meu dia a dia”, declara.

Com o passar do tempo, foi ficando cada vez mais comum a profissão de Digital Influencer no mundo todo. Foi então que Vanessa decidiu persistir e focar nesse setor que exige tempo, atualização constante nas tecnologias, dedicação para produção de novos conteúdos diários e muita paciência para lidar com os famosos haters. 

Hoje em dia, ela atua principalmente no Instagram e no Youtube e fala sobre diversos assuntos, entre eles: culinária, limpeza doméstica, estética, moda, maquiagem, cabelo, entre outros. Vanessa prefere deixar de lado assuntos polêmicos como política e religião, e expor coisas leves, alegres e momentos de alto astral. Quando indagada sobre sua renda, ela explica.

“O Instagram não remunera, você ganha de acordo com as publicidades que você vende. Já o Youtube remunera em dólar, dependendo de quantos cliques você tem”.

Vanessa faz publicidades para inúmeras lojas de Vacaria e região, além de já ter trabalhado com marcas de fora, como a rede de Free Shops Neutral, do Uruguai, a Coca Cola e a Ramarim. “Acho legal quando o pagamento, não necessariamente, vem em dinheiro. Mas nos “recebidos”, sempre mostro o que as empresas que não tenho contrato  mandam pelo correio, como forma de reconhecimento”, diz.

É claro que, como todo trabalho regular, existem os prós e os contras. Vanessa nos conta que já viveu situações desconfortáveis, pelo fato de ter se tornado figura pública.

“Estamos expostos a receber críticas por absolutamente tudo que fazemos. Sofri bastante esse ano, quando meu pai testou positivo para o Covid-19. Alguns seguidores não conseguiram respeitar a dor da nossa família e nem nosso espaço. Eu não entrei em contato com o vírus em momento algum e me acusaram de estar na rua passando para os demais, apenas por saberem que um familiar meu tinha pego”, recorda-se.

Ela também diz que é comum pessoas conhecidas fazerem perfis fake para poderem mandar mensagens desacatando e falando absurdos nos comentários e nos directs de sua conta no Instagram.

Com a pandemia, o número de acessos a todos os tipos de redes sociais e sites do mundo, aumentou. Ponto positivo para Vanessa, que teve que trabalhar em dobro para manter seus seguidores ativos. “Sempre existe o lado bom das coisas. Quando notei que as pessoas estavam ficando em casa, vi que era o momento de produzir sem parar. Tenho meu próprio equipamento, câmera, luz, computador e programas de edição, o que me toma muito tempo, mas eu adoro fazer tudo do meu jeitinho”, aponta.

A influencer tem um público que vai dos quinze aos trinta e cinco anos e relembra as vezes que já foi parada na rua por mães e adolescentes que pedem uma foto. Ao receber esse carinho, Vanessa, que já pensou algumas vezes em desistir pelo fato de sentir sua vida sendo invadida demais, repensa suas postagens, suas falas e tenta sempre inovar, para manter seus seguidores e conquistar novos.

Apaixonada pelo Sul e pela vida no interior, Vanessa não pensa em ir embora, já que em cidades grandes existem milhares de pessoas fazendo o mesmo, sem falar na comodidade e proximidade com sua família, coisas indispensáveis que só encontra aqui.

“Acredito que é possível crescer na área, mesmo estando em um município interiorano. Sou muito feliz e realizada em poder conviver com minhas raízes”, conclui.

 

Você sabe quantos milhões de usuários tem em cada rede social que você utiliza?

 

*Os números são do relatório Digital in 2019, do site We Are Social, atualizados para 2020.

Rede social

Usuários ativos *em milhões

1. Facebook

2,271

2. YouTube

1,900

3. WhatsApp

1,500

4. Facebook Messenger

1,300

5. WBXIN/WeChat

1,083

6. Instagram

1,000

7. Twitter

326

8. LinkedIn

303

9. Skype

300

10. Snapchat

287

11. Pinterest

250

   
   
   
   
   
   
   
   
   

COMENTÁRIOS




REDES SOCIAIS

FACEBOOK INSTAGRAM
O conteúdo das ofertas é de responsabilidade exclusiva de seus anunciantes.